Browse Category

Amigos

AmigosMentoriaPropósito

Amiga e mentora, ou mentora e amiga, ou quando o universo conspira…

posted by Andréa Aguiar Agosto 13, 2015 0 comments

Desde o meu primeiro contato oficial com o tema empreendedorismo, ouvi falar sobre “mentoria”. –– Um mentor vem a ser uma pessoa com mais experiência que você em alguma área, que pode te ajudar na construção do negócio, ou projeto, ou carreira, ou seja lá com o quê você estiver envolvido. –– E eu fiquei com essa história na cabeça… À época, o relacionamento que eu visualizava mais próximo a uma mentoria, era ter um orientador para escrever a monografia no final de curso kkkkkkk

Eu pensava: como assim ter alguém para nos ajudar, nos ‘aconselhar’, por pura e espontânea vontade? A troco de quê? Bom demais para ser verdade, né?! E como algumas, – ou muitas vezes –, empreender pode ser um tanto solitário, parecia um sonho ter um mentor.

Segui meu caminho, dando um passinho de cada vez, como eu podia, quando eu podia. E, nas dificuldades, a necessidade de ter um mentor, parecia cada vez mais urgente. Eu lia sobre como grandes empreendedores tinham direcionado seus negócios a partir de conselhos de mentores. Mas, eu continuava sem saber onde encontrar, em que porta bater.

Só que uma coisa eu aprendi com a vida: se a gente não fala, ninguém escuta. Óbvio, né?! Mas o que eu vejo de gente esperando que as pessoas adivinhem seus pensamentos, para que elas possam ser mais felizes, mais legais, ou mais sei lá o quê, não é brincadeira. Para mim é tão claro: tá querendo ajuda? Pede!

Pois bem. Eis que um dia eu estava no meu local de trabalho, em mais um dia como outro qualquer, envolta em problemas de ordem financeira, de logística, de planejamento… Eu sentia que só apagava incêndios. Sabe quando o dia só dá para resolver questões de extrema urgência, e a gente sente que está no olho do furacão, sem encontrar uma saída para tomar as rédeas da situação? Era eu naquele dia. Então comecei a conversar com uma amiga, que trabalhava há cerca de 1 ano no mesmo co-working que eu, que é administradora, e trabalha como gerente de projetos. Mostrei para ela, as minhas contas, quanto eu ganhava, como, de quem… Não sabia como o dinheiro saía. Não sabia o que era meu, o que era da empresa. Tava tudo uma confusão só. E Edivânia, me disse: “amiga, vou reservar a sala de reuniões amanhã pra gente conversar”.

Isso deve fazer uns 4 meses, desde então muito mudou no meu negócio. Nos reunimos semanalmente por um bom tempo. Hoje, eu tenho planilhas para controle de fluxo de caixa da empresa, separei minhas contas pessoais, mudei meu sistema de cobrança, tenho metas de planejamento estratégico – isso há 6 meses, parecia uma coisa inútil, mas é tão estimulante definir metas e depois alcançá-las! E de repente, aconteceu! Eu tinha uma mentora! Eu tenho uma mentora! Ela, que gosta de dizer que não sabia nada de design, hoje, parece entender muito mais do ‘meu’ negócio do que eu, quando nos reunimos.

Esse texto é para demonstrar a gratidão que sinto pelo tempo que ela disponibiliza para mim com tanto carinho, e para dizer que muitas vezes, o que a gente procura tão longe, está bem do nosso lado.

Brigada, Edi! Pelo amor que você deposita em cada projeto no qual se envolve, em especial o meu. E parabéns pelo seu dia! Um novo ano lindo para você! <3

PS: Acabei de notar um absurdo: não temos 1 foto juntas!